capa
Pagamento com celular: quase 60% dos consumidores já usaram contactless e QR code
São Paulo, 12 de Fevereiro de 2020 ás 10h21

Pesquisa realizada pela plataforma de busca e comparação de softwares Capterra revela ainda que falta de tecnologia no varejo é principal obstáculo apontado pelos que não adotaram as novidades.
 
Oconsumidor brasileiro está cada vez mais disposto a deixar de lado os cartões e o dinheiro em espécie na hora de pagar.
 
A conclusão é do estudo mais recente realizado pela plataforma de busca e comparação de softwares Capterra, uma empresa da Gartner, que trata dos hábitos dos compradores do país em relação às novas tecnologias móveis de pagamento, como as chamadas carteiras digitais ou o código QR.
 
Para o levantamento, a empresa ouviu 514 consumidores de todo o país entre os dias 7 e 10 de janeiro. Como critério, os entrevistados deveriam integrar o mercado de trabalho.
 
Segundo o estudo, 59% dos entrevistados já realizaram transações aproximando o celular às maquininhas, enquanto 57% pagaram com código QR, tecnologia que usa a câmera dos aparelhos (46% já experimentaram as duas).
 
Rapidez e facilidade na hora de efetuar as operações estão entre os principais motivos de adoção tanto entre os que experimentaram o pagamento por aproximação (83% e 76%, respectivamente) como o código QR (71% e 75%, respectivamente).
 
O atraso tecnológico de parte do varejo é o grande responsável de que os consumidores deixem de optar pelo digital, mostra o estudo do Capterra.
 
Entre os que ainda não utilizaram o contactless, 53% apontam a falta de máquinas nos estabelecimentos que mais frequentam como principal motivo para ainda não tê-lo adotado.
 
“A importância dos estabelecimentos prestarem atenção na renovação das maquininhas de cartão para não ficarem atrás da concorrência fica mais evidente quando observamos o número de consumidores que pretende utilizar as novas tecnologias pela primeira vez nos próximos doze meses: 86% dos que ainda não pagaram usando o contactless pretendem fazê-lo no próximo ano”, destaca o analista do Capterra Lucca Rossi.
 
Para 95% do total de entrevistados, tanto as lojas físicas como as virtuais deveriam estar melhor preparadas e/ou equipadas para processar pagamentos digitais.
 
Compras online
 
O Capterra também investigou a utilização dos pagamentos digitais no comércio eletrônico, onde o nível de adoção é mais baixo.
 
Para esse tipo de compras, a carteira digital aparece somente na terceira posição, utilizada por 47% dos entrevistados, depois do cartão de crédito, adotado por 90% dos ouvidos, e do boleto bancário (58%). O código QR ocupa a última colocação (25%), atrás da transferência bancária (27%).
 
A complexidade tecnológica de integrar esses tipos de pagamentos pela plataformas de e-commerce está entre os motivos, apontam especialistas. A maior segurança oferecida por esses métodos, no entanto, deve atrair os varejistas online.
 
Neste link, o resultado completo do estudo.



Proxxima (12.02.20)



Comentários

    Atenção para o vencimento: 31 de janeiro
    

  Cadastre-se e receba nossa
  newsletter mensal




Filiado à

Sindicato das Agências de Propaganda do Estado de São Paulo - Av. Brigadeiro Faria Lima, 1656 2°andar - Conjunto 21 - Jardim Paulistano
CEP 01451-001 - São Paulo - SP - Telefone: 11 3035-0099 - atendimento@sinaprosp.org.br

Todos os direitos reservados – Sinapro-SP – Desenvolvido por Dainet