capa
Dia dos pais: 38% não se identificam com a publicidade
São Paulo, 08 de Agosto de 2019 ás 11h04

Pesquisa do Google sobre comportamento dos consumidores brasileiros ainda revela que 25% das pessoas tem dificuldade de escolher o presente para o Dia dos Pais
 
Apesar do Dia dos Pais – celebrado neste domingo, 11 – ser uma das maiores e mais importantes datas comemorativas para o setor varejista e lojista do Brasil, 38% dos pais dizem não se identificar com a imagem projetada pela publicidade nas campanhas feitas para a data. Segundo 27% desses pais, raramente eles se identificam com a publicidade que assistem, de acordo com levantamento do Google sobre o comportamento de consumo dos brasileiros.
 
O homenageados ainda apontam que, pai perfeito (41%), pai com papel papel coadjuvante (32%) e pais muito rígidos e autoritários (30%), são as características apresentadas na propaganda que menos os representa.
 
 
Antonella Weyler, Market Insights Lead do Google Brasil, comenta que a justificativa para isso “é a percepção de que a comunicação continua com representações antigas e estereotipadas como a do pai coadjuvante, sempre trabalhando e pouco presente, ou até mesmo figuras rígidas e autoritárias”.
 
O estudo também mostra que os pais querem ver campanhas que retratem sua presença diária nos cuidados com os filhos (38%), a divisão igualitária de responsabilidade na criação dos filhos (35%) e nos cuidados com a casa (32%). Segundo Antonella, “a falta de representatividade dos pais na publicidade brasileira tem ligação direta com as discussões sobre o papel dos pais na criação dos filhos. O avanço de questionamentos na sociedade sobre igualdade de gênero e a nova masculinidade abriu espaço para os pais assumirem um papel mais presente no cotidiano da casa e nos cuidados com os filhos”.
 

A líder ainda pontua que um estudo intitulado “Nova Masculinidade”, elaborado pelo Google em junho de 2018, que entrevistou 700 homens de 25 a 44 anos, revela que para 88% deles, ser um bom pai consiste em participar ativamente do dia a dia dos filhos, já para 34% o homem moderno também assume tarefas domésticas. “Ao jogar luz sobre novas formas de paternidade e espaço para os homens também ocuparem o lugar de cuidadores, as marcas também terão um importante papel de promoção de igualdade de gênero”, reforça Antonella.
 
Essa falta de representatividade também se confirma quando, mesmo com uma quantidade imensa de campanhas publicitárias sobre a data, 25% das pessoas entrevistadas dizem ter dificuldade na hora de escolher o presente e outros 25% vão a várias lojas antes de tomar a decisão. O estudo ainda indica que 39% visitam lojas físicas, 26% recorrem a sites de busca como Google, 23% procuram em sites de lojas ou de comparação de preços, 13% buscam essas informações em propagandas e jornais/revistas, 12% em redes sociais e 10% em vídeos no YouTube.
 
Imagem do topo: Halfpoint/ iStock



Meio&Mensagem (07/08/2019)



Comentários

    Atenção para o vencimento: 31 de janeiro
    

  Cadastre-se e receba nossa
  newsletter mensal




Filiado à

Sindicato das Agências de Propaganda do Estado de São Paulo - Av. Brigadeiro Faria Lima, 1656 2°andar - Conjunto 21 - Jardim Paulistano
CEP 01451-001 - São Paulo - SP - Telefone: 11 3035-0099 - atendimento@sinaprosp.org.br

Todos os direitos reservados – Sinapro-SP – Desenvolvido por Dainet