capa
Não basta inovar, tem que impactar
São Paulo, 13 de Março de 2019 ás 11h11

SXSW Innovation Awards materializa projetos que possam alterar o consumo, a saúde e outros setores da sociedade; no total são 65 finalistas
 
Luiz Gustavo Pacete
 
Além dos prêmios dedicados às startups, no SXSW Pitch, o festival também possui uma premiação destinada à inovação. São 65 finalistas que precisam convencer os jurados que seus projetos serão capazes de atender demandas, responder às tendências e tornar-se em algo de valor agregado. Paulo Aguiar, diretor criativo na Publicis, realizou, a pedido de Meio & Mensagem, a curadoria de alguns projetos que ele considera materializar as tendências e previsões do SXSW nos últimos anos.
 
“É uma premiação com modelo diferente das premiações publicitárias, tem custo de inscrição abaixo da média, juri diverso e o mais interessante: apenas 13 categorias com somente 5 finalistas cada, ou seja: um shortlist de 65 cases para toda a premiação”, explica. “O que me chama mais atenção é que todos seguem o princípio básico da inovação e claramente nasceram para solucionar um problema/tensão humana, para em um segundo momento virarem negócio (algumas ainda nem viraram)”, afirma Paulo.
 
Ele reforça que  boa parte desses projetos não são protótipos nem previsões de tecnologia distantes. “Mas produtos e soluções que podem ser comprados ou tecnologias já em funcionamento, servem como uma boa forma de comparação com ideias que estão sendo concebidas/planejadas hoje, para serem lançadas sei lá quando.”
 
 
Eargo Max
“Um gadget praticamente invisível que não só é capaz de aumentar nossa capacidade auditiva, como também dar total controle da nossa audição, assim como fazemos com as entradas de áudio dos nossos computadores. É era dos “Augmented Humans” cada vez mais próxima. Um detalhe: já está a venda, e também estava no Time Best Inventions 2018.”
 
 
KLM Care-E
“Existe uma dezena de projetos de “Self Drive Luggages” por ai, mas nenhum tão legal quanto a esse projeto da KLM que além da funcionalidade de todos seus concorrentes adicionou uma camada de “humanidade” dando vida e personalidade para a ideia, mostrando que uma inteligência que também demonstra “sentimento” encanta muito mais.”
 
 
Wi-Charge
“Carregar seu smartphone sem fio parece inovador para você? O wi-chage avançou demais essa ideia e está lançando uma lâmpada que transfere energia, sem fios, sem toque. Esse case já foi destaque na CES.”
 
 
Dubai Paperless Strategy
“A cidade que pretende acabar com o papel em todas as transações, eliminado mais de 1 bilhão de folhas de papel por ano. O case demonstra diversidade da premiação, além de deixar claro que inovação não é apenas sobre inventar o que não existe, mas também sobre melhorar o que temos.”
 
 
HaptX Gloves
“É o VR dando um passo muito importante a caminho da imersão total. Uma luva multissensorial que passa a real sensação de toque. Tive a oportunidade de utilizar o protótipo no ano passado, é impressionante, ainda que desconfortável, amplia não só nossa percepção de realidade, como abre possibilidade gigantes para a indústria.”
 
 
Fundamental Surgery
“Os vídeos conceitos de VR sempre vendem as possibilidades em educação e treinamento, a Fundamental VR fez disso uma realidade, treinamento em realidade virtual para médicos cirurgiões como a própria empresa define: “é o flight simulator para os cirurgiões”, não é um case publicitário para uma campanha, é uma empresa fundada
exclusivamente para isso.”
 
 
Markforged Metal X
“Se você sobreviveu ao hype das impressoras 3D sabe que esse tópico é um dos mais importantes sobre nosso futuro e na forma que iremos consumir produtos, a Markforged deixou isso claro quando lançou a Metal X, uma impressora 3D que imprime metal maciço, prometendo reduzir custos em até 98%, que vão de peças de encanamento até componentes de uma aeronave.”
 
 
CLEAR Biometric & Age Validation
“Já faz alguns anos que a leitura e autenticação por biometria aparece em destaque nos reports de tendência, a CLEAR tornou isso realidade, implementado a tecnologia em mais de 40 aeroportos e estádio. Sim, nesses locais já é possível pegar um voo, comprar e participar de um evento sem usar passaporte, carteira ou smartphone.”
 
 
Eagle Eye
“Uma ambiciosa plataforma de A.R focada em gestão realtime de evento. A ideia é basicamente transformar um evento em uma maquete virtual, onde o operador age como um “deus” operando tudo que estiver conectado, com a ajuda de uma A.I preditiva e insights em tempo real. Mais inventivo do que muitos filmes de ficção cientifica.”
 
 
PostHuman Habits
“Sem duvidas o projeto mais exótico (para não dize perturbador) da premiação. Um protótipo de “Wearable” pensando para manter uma pessoa viva no ambiente mais inóspito possível, gerando um “micro ecossistema” unindo humano + natureza de uma forma nunca vista.”
 
 
Crédito das imagens: Divulgação. 



Meio&Mensagem (12.03.19)



Comentários

    Atenção para o vencimento: 31 de janeiro
    

  Cadastre-se e receba nossa
  newsletter mensal




Filiado à

Sindicato das Agências de Propaganda do Estado de São Paulo - Av. Brigadeiro Faria Lima, 1656 2°andar - Conjunto 21 - Jardim Paulistano
CEP 01451-001 - São Paulo - SP - Telefone: 11 3035-0099 - atendimento@sinaprosp.org.br

Todos os direitos reservados – Sinapro-SP – Desenvolvido por Dainet