capa
Expansão de auditoria mobiliza mercado
São Paulo, 18 de Maio de 2012 ás 09h11

Iniciativa do Cenp deve expandir verificação de circulação de jornais e revistas para atender demanda de anunciantes e agências

O lançamento de um conjunto de medidas – que começam na próxima semana com campanha publicitária – tem como meta ampliar a base de jornais e revistas auditados no país e fornecer ao mercado anunciante e agências um ambiente mais preciso para os planejamentos de mídia. Sob iniciativa do Conselho Executivo das Normas-Padrão (Cenp), a ação pretende credenciar novos players que possam atuar em mercados regionais, atingindo pequenos e médios editores, e alinhar a metodologia utilizada por eles. O programa de ampliação da base de veículos auditados conta com o apoio do Instituto Verificador de Circulação, (IVC) principal entidade responsável pela auditoria de circulação do mercado brasileiro, que vai transferir a metodologia para o mercado.

Hoje, o IVC é praticamente o único instituto especializado em auditoria de jornais e revistas, ainda que iniciativas pontuais utilizem outras empresas. A BDO Brasil – braço nacional da multinacional belga BDO, 5ª maior empresa de auditora do mundo – já solicitou a inclusão no programa. Caio Barsotti, presidente do Cenp, acredita que o número de novas empresas de auditoria – universidades, inclusive – habilitadas a operar no setor possa chegar à casa da centena, mas não é possível estimar, segundo ele, o quanto essa expansão pode representar em termos financeiros. “Se trata, enfim, da abertura de um novo mercado, sem dúvida”, afirmou.

Governo
O lançamento oficial do projeto, na manhã desta quinta-feira, 17, mobilizou agências, anunciantes e entidades de representação de veículos, além do governo federal – o maior anunciante brasileiro, em termos totais, e um dos grandes incentivadores à política de maior distribuição de verba publicitária e adesão de checagem da circulação de veículos menores ou regionais.

Estiveram presentes ao evento o deputado federal André Vargas (PT-PR), da Frente Parlamentar de Apoio à Mídia Regional, e Fabrício Gonçalves Costa, diretor de mídia da Secretaria da Comunicação Social da Presidência da República (Secom). Também participou da reunião, Marcio Aith, subsecretário de Comunicação do governo paulista.“O que estamos iniciando é uma proposta de transparência em linha com a importante lei que passou a vigorar ontem, a Lei de Acesso à Informação, que conta com o comprometido apoio da presidenta Dilma e de vários governos e que auxiliará muito a administração pública a seguir mais aceleradamente no caminho da profissionalização da gestão pública”, afirmou Barsotti.

Setor privado
A demanda por índices mais confiáveis, no entanto, também foi comemorada pelo setor privado e pelas agências. Luis Fernando Vieira, do Grupo de Mídia de SP e Africa, afirmou que o mercado publicitário depende de números confiáveis e que a iniciativa deve estimular o setor. “Quanto mais tivermos acesso a números corretos, mais nosso trabalho terá precisão”, afirmou.

A iniciativa conta com o apoio de entidades de representação de veículos (ANJ, ANER, ADI Brasil, ADJORI, APJ e Anatec), de agências e profissionais (ABAP, FENAPRO e Grupo de Mídia de São Paulo), anunciantes (ABA) e do IVC. A campanha de lançamento do programa - com depoimentos de profissionais de agência e anunciantes - foi assinada pela QG publicidade.
 

 

Meio&Mensagem (17/5/2012)





Comentários

    Atenção para o vencimento: 31 de janeiro
    

  Cadastre-se e receba nossa
  newsletter mensal




Filiado à

Sindicato das Agências de Propaganda do Estado de São Paulo - Av. Brigadeiro Faria Lima, 1656 2°andar - Conjunto 21 - Jardim Paulistano
CEP 01451-001 - São Paulo - SP - Telefone: 11 3035-0099 Fax: 11 3035-0091 - atendimento@sinaprosp.org.br

Todos os direitos reservados – Sinapro-SP – Desenvolvido por Dainet