capa

Nossa História



Fundado em Junho de 1943, o Sindicato das Agências de Propaganda do Estado de São Paulo, Sinapro-SP, é hoje a maior entidade oficial da categoria no País. Foi criado por iniciativa de um grupo de publicitários, liderados por João Alfredo de Souza Ramos, que defendia a maior profissionalização da atividade publicitária. Esse grupo pioneiro era também integrado por: Júlio Cosi, Ariel Monteiro de Paulo, Millo Gambini, Adalberto Lima Vieira, Jair Vasconcellos, Ottilo Polato, Manuel Almeida Alves, Leonel Parmigiani, Nobel Araújo, Carlos Mazzei, Raul Mesquita, Juracy Orlandi Artacho, entre outros. A partir daí, o Sinapro-SP desempenhou um papel fundamental na estruturação e consolidação da publicidade brasileira e continua atuando fortemente em sua defesa e para seu crescimento.

As atividades do Sindicato tiveram grande impulso e intensificaram-se a partir de 1962. Os diversos serviços executados, como acordos com a justiça do trabalho e homologações, passaram a repercutir nas agências, que até então tinham de resolvê-los diretamente.

Com a crescente demanda por serviços diferenciados, o Sinapro-SP passou a atender algumas agências, disponibilizando a elaboração de contratos e consultoria jurídica. Nesse período, a entidade percebeu que a atividade publicitária era complexa e carente de regulamentação. Começou então a articular para criar mecanismos de apoio às agências, posicionando-as em relação a seus direitos e deveres e às boas práticas para o desenvolvimento de um mercado saudável.

Expansão e conquistas

A estruturação da categoria econômica no estado de São Paulo teve no Sinapro-SP o principal apoio, sendo a primeira entidade a se posicionar de forma atuante e de vanguarda, lutando pela regulamentação da atividade e inovando no atendimento às necessidades do mercado.

O primeiro grande marco na história da entidade foi a participação ativa na elaboração do Código de Ética dos Profissionais de Propaganda, em 1957. Oito anos mais tarde, o Sinapro-SP também desempenhou um papel fundamental na elaboração e promulgação da Lei 4.680/65, que regulamenta a atividade publicitária no País e sobre a qual o Conselho Executivo de Normas Padrão, CENP, está alicerçado. Em vigor até hoje, essa lei foi a primeira regulamentação efetiva da atividade.

A princípio, a atividade publicitária estava restrita ao eixo Rio-São Paulo. Com o crescimento de sua importância, surgiu a necessidade de uma representação maior, que abrangesse todo o País. Os Sinapros de São Paulo e Rio uniram-se para fomentar a fundação de sindicatos em outros estados, como Rio Grande do Sul, Distrito Federal e Minas Gerais, gerando a necessidade de um plano comum e mais abrangente. Nasceu então a Fenapro, em 1979, como entidade responsável pela coordenação da atividade publicitária em todo o Brasil, atuando também na esfera política.

Outra grande conquista foi o advento da Lei 5.988/73 e, posteriormente, de sua substituta nº 9.610/98, que dispõe sobre direitos autorais e conexos. Ainda em 1998, aconteceu o primeiro Fórum de Produção Publicitária, que teve a participação efetiva do Sinapro-SP juntamente com outras entidades do setor publicitário. O Fórum teve ainda outras duas edições, em 2003 e 2011.

Como decorrência do II Fórum, foi criada a Câmara Nacional de Arbitragem na Comunicação, que conta com representantes de grande parte das entidades do setor, tais como SINAPRO-SP, ABAP, APRO, APROSOM e SATED-SP.

As três edições do Fórum, no conjunto, representaram um divisor de águas na flexibilização da interpretação da lei n. 6.533/78, que regula a atividade dos artistas e dos técnicos em espetáculos de diversão pública. Além disso, criaram as condições para implantação de melhores práticas entre agências, fornecedores e clientes.

O Sinapro-SP também contribuiu para a criação do Conselho de Autorregulamentação Publicitária – CONAR e de seu Código Brasileiro de Autorregulamentação Publicitária, o qual contribuiu para a elaboração do Código de Defesa do Consumidor.

Desafios

Hoje, instalado em sede própria na Av. Brigadeiro Faria Lima, em São Paulo, o Sinapro-SP enfrenta outros desafios, como o combate a projetos de lei que visam restringir a propaganda - atividade responsável por cerca de 2% do PIB brasileiro - e a outros projetos nocivos ao seu livre desenvolvimento. A atuação da entidade inclui ainda a defesa dos interesses das agências de propaganda nas negociações anuais da Convenção Coletiva de Trabalho.

A entidade também acompanha atentamente os desdobramentos da legislação para melhor orientar as agências, além de disponibilizar uma série de serviços e benefícios às filiadas, como o espaço Casa do Filiado e a Tabela Referencial de Custos e Serviços Internos, além de cursos, palestras e parcerias de descontos, entre outros.

O Sinapro-SP acredita na ética e incentiva as melhores práticas entre os diversos elos da cadeia produtiva. Por isso criou os Grupos de Trabalho Sinapro-SP, que têm como missão principal debater os temas levantados por seus integrantes, pela diretoria e pelas agências de propaganda, e produzir recomendações de melhores práticas.


Nossos Presidentes ao longo da história

Presidente atual Geraldo Martins de Brito
1999 a 2011 Saint'Clair de Vasconcelos
1996 a 1999 Antônio Lino Pinto
1993 a 1996 Eduardo A.A. Domingues
1989 a 1993 Rony Luiz Lage
1986 a 1989 Luiz Celso de Piratininga Figueiredo
1983 a 1986 Hiran A. Castello Branco
1974 a 1983 Luiz Marcelo Dias Sales
1971 a 1974 Euclides A. de Oliveira Jr.
1968 a 1970 Helio Thurler
1963 a 1967 Edmur de Castro Cotti
1962 a 1963 Samuel Vilmar
1958 a 1961 Carlos Annibal Brito
1955 a 1957 Geraldo Alonso
1952 a 1954 Millo Gambini
1945 a 1951 Júlio Cosi


    Atenção para o vencimento: 31 de janeiro
    

  Cadastre-se e receba nossa
  newsletter mensal




Filiado à

Sindicato das Agências de Propaganda do Estado de São Paulo - Av. Brigadeiro Faria Lima, 1656 2°andar - Conjunto 21 - Jardim Paulistano
CEP 01451-001 - São Paulo - SP - Telefone: 11 3035-0099 Fax: 11 3035-0091 - atendimento@sinaprosp.org.br

Todos os direitos reservados – Sinapro-SP – Desenvolvido por Dainet